O momento da mídia out of home no Brasil

A categoria Outdoor foi a que mais rendeu Leões ao Brasil no Cannes Lions 2015: foram 22 prêmios no total. De maneira geral, o mercado out of home tem crescido cada vez mais no país, sobretudo em São Paulo, após a volta do mobiliário urbano. Pensando num cenário em que é preciso diversificar os meios e integrar soluções, o segmento tem fundamental importância na propaganda atual. Para entender um pouco melhor esse momento, entre outras coisas, o Adnews entrevistou Otto Frossard, Strategy Director da Posterscope Brasil. Confira:

Como vocês veem atualmente a representação dos trabalhos de out of home no Festival de Cannes?

Otto Frossard: A categoria outdoor no Festival de Cannes é uma das que mais recebem inscrições tradicionalmente. Esse ano ela foi a primeira novamente com maior número de peças inscritas. Apesar da queda de 11% em relação a 2014, foram 5.037 inscrições. Isso mostra o quanto essa mídia possibilita o uso da criatividade. Diferente de um filme ou peça impressa, a mídia out of home possui vantagem para exploração de espaço físico, de tempo de veiculação, sem contar na possibilidade maior para interatividade. Em um mundo em que cada dia mais falamos de experiências de marca, ela se torna relevante por todos esses e outros motivos.

Como está o mercado de out of home no Brasil? Qual é a representatividade hoje do out of home no mercado de comunicação?

OF: A mídia exterior registrou um importante crescimento dentro do faturamento do mercado publicitário no período de janeiro a setembro de 2014, com quase 30% de aumento. É o que aponta o relatório do Projeto Inter-Meios no final do ano passado. Com a volta do mobiliário urbano em São Paulo, o mercado voltou a dar mais atenção para a efetividade dessa mídia, no entanto sabemos que uma das maiores tendências de crescimento nos próximos anos está no mercado digital. Esse é o caminho que abre muitas portas para a integração com outras mídias e um infinito de possibilidades de inovação.

Fale um pouco sobre o momento da Posterscope...

OF: Especializada em mídia exterior há 20 anos, a Posterscope Brasil tomou esta insígnia desde que foi adquirida pela Dentsu Aegis Network no final do ano passado. O nosso desafio atual é justamente pensar em como trazer o que de mais inovador tem no mundo para o mercado brasileiro. E o mesmo no sentido inverso. Como podemos trabalhar para exportar a criatividade e expertise brasileira. É uma grande troca de informações e conhecimento para podermos oferecer sempre o que há de melhor para nossos clientes.

O que vocês estão preparando de especial como agência oficial para mídia OOH do comitê dos Jogos Olímpicos Rio 2016?

OF: Estamos desenvolvendo um portal online que será lançado em breve com todo o inventário para comercialização da mídia out of home durante o período dos Jogos Olímpicos para os patrocinadores do Rio 2016. Ou seja, o patrocinador vai conseguir logar de qualquer lugar do mundo, entrar em nosso sistema e comprar uma empena, por exemplo, através de um clique. Tudo isso com dados de fluxo, fotos da peça, endereço, tamanho da área de veiculação e um canal aberto para perguntas e respostas caso ainda haja alguma dúvida. Paralelo a tudo isso, estamos trabalhando para vestir a cidade com o clima olímpico, buscando desenvolver inovações e parcerias que gerem melhorias para a cidade e sua população em geral. Pois, sem dúvida, um dos nossos papéis é cooperar para a realização dos melhores Jogos Olímpicos da história.


Fonte: adNews.com.br